BENEFÍCIOS

Os 7 Benefícios do Alho Para Saúde!

alho

Os benefícios do alho são muito importantes, pois, o alho é conhecido por seu sabor picante e propriedades muito benéficas, é considerado um dos melhores remédios populares para combater resfriados.

No entanto, as propriedades positivas do alho não param por aí. Neste artigo, você aprenderá quais benefícios e danos o alho pode trazer ao corpo, como consumi-lo adequadamente e usá-lo para fins de saúde.

Então, hoje o site Dicas de Saúde Online vai te ensinar todos os benefícios que você pode aproveitar de uma alimentação saudável, apresentando frutas, legumes, vegetais e etc, que vão te dar uma carga de vitaminas e minerais.

beneficios do alho
benefícios do alho

Valor nutricional do alho:

O alho possui muitas propriedades benéficas para saúde, sendo rico em diversas vitaminas com B1, B3, B5, C, D e claro que não poderia faltar a vitamina A.

Também contém uma grande quantidade de oligoelementos – sódio, potássio, fósforo, zinco, manganês e ferro . Ele contém óleos essenciais, fitoncidas, selênio e substâncias como alicina e ajoene, que vale a pena refletir.

Origem do alho:

O país de origem do alho é considerado o Turcomenistão , de onde se espalhou pela Ásia Central. O cultivo ocorreu há cerca de 5 mil anos.

Sabe-se com segurança que era o produto mais importante na dieta dos habitantes do antigo Egito, e em seus manuscritos foram encontradas mais de 800 receitas de remédios à base de alho.

Benefícios do alho:

O alho tem sido amplamente utilizado na medicina popular. O espectro de seus efeitos no corpo é extremamente diversificado, considere os principais benefícios que podem ser obtidos com o uso deste produto:

Aliviar as vias respiratórias:

A alicina é um elemento com atividade antibacteriana extremamente elevada , tem efeito antifúngico e permite combater eficazmente as doenças virais.

É por esse componente que o alho é indispensável para resfriados e infecções virais respiratórias agudas, ao entrar no corpo a alicina é parcialmente liberada com a respiração, o que impede que as bactérias entrem no corpo pela via respiratória.

Reduzir a pressão arterial:

Importante para quem sofre de hipertensão. Comer cerca de quatro dentes por dia durante 24 semanas ou mais reduz a pressão arterial com a mesma eficácia.

Os efeitos do alho na pressão arterial sistólica e diastólica em pacientes com hipertensão está cientificamente comprovado.

Este está longe de ser o único estudo sobre o assunto. O alho pode realmente reduzir a hipertensão este é um fato comprovado.

Diminuir o nível de colesterol “ruim”:

O consumo diário de alho reduz o nível de colesterol em geral e as lipoproteínas de baixa densidade (LDL o mesmo colesterol “ruim” ) em particular. O efeito é mais perceptível se você comer 3-4 dentes todos os dias durante 8 semanas ou mais.

Controlar os níveis de açúcar:

Isso é especialmente perceptível em pessoas com diabetes tipo 2. Além disso, o efeito aparece após 1-2 semanas de consumo diário do alho.

Combater gripes e resfriados:

Resfriados e tosses podem ser extremamente desconfortáveis, prejudicar sua capacidade de trabalhar e criar problemas para dormir, comer e outras atividades diárias.

É extremamente importante tratar resfriados, e é por isso que este remédio caseiro é um poderoso antioxidante com propriedades antimicrobianas, antivirais e antibióticas.

Aliviar os sintomas da menopausa:

O declínio do estrogênio observado durante a menopausa é uma predisposição conhecida para doenças cardiovasculares, pois o coração e os vasos sanguíneos ficam menos protegidos.

Curiosamente, a suplementação com 80 mg de extrato de alho envelhecido diariamente em mulheres na pós-menopausa por 12 semanas reduziu o colesterol total e o colesterol LDL, e também influenciou os aminoácidos séricos no plasma sanguíneo.

Bom para gengivas e dentes:

Manter uma boca saudável é equilibrar as bactérias boas e as más. A alicina previne o crescimento de bactérias nocivas que causam a cárie dentária na boca.

Ao usar o extrato de alho, você evitará a periodontite, controlando a população de bactérias nocivas e permitindo que as boas floresçam.

Quem não pode comer alho?

Além de seus benefícios, o alho também pode ter efeitos colaterais. Especialistas dizem, não abuse deste vegetal para aqueles que:

  • Sofrendo de distúrbios de coagulação do sangue.
  • O alho fresco, pode aumentar o risco de sangramento.
  • Tem problemas estomacais ou digestivos.
  • O vegetal irrita o trato gastrointestinal e pode causar azia ou outros problemas digestivos.
  • Tem pressão baixa.
  • Preparando-se para a cirurgia. Aqui, os riscos estão novamente associados à deterioração da coagulação do sangue.
  • Sofrendo de hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue).
alho
alho

Contra indicações do alho:

O abuso de alho não é recomendado para pessoas que sofrem de problemas gastrointestinais . Irrita o estômago, aumenta o nível de acidez e a atividade enzimática do suco gástrico, o que pode provocar azia e sensações dolorosas.

O alho é contra indicado em pacientes com gastrite e úlceras . Além disso, com relação ao uso de alho, é necessário consultar um médico se você tiver doença do cálculo biliar, pois aumenta a carga no fígado, o que pode provocar a liberação de cálculos.

O alho é um alérgeno bastante forte, por isso existem casos frequentes de intolerância individual a este produto.

Por isso, é melhor não comer alho para as mães que amamentam , não só uma alergia no bebê é possível, mas o próprio leite receberá um sabor característico desagradável.

O site Dicas de Saúde Online agradece sua preferência por nossos conteúdos, e estaremos sempre aqui, procurando informar da forma correta e prática, aproveite nossas dicas e siga uma vida saudável.

Referências:

https://www.stomdet.ru/meditsinskie-preparaty/chesnok-sostav-polza-i-vred-dlya-organizma-primenenie-pri-beremennosti.html
https://biotus.com.ua/blog/chesnok-polza-i-vred-dlya-zdorovya-cheloveka-sposoby-ispolzovaniya.html

Atenção: O Dicas de Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde..

Deixe um comentário